quarta-feira, 6 de agosto de 2008

A Rua

A rua




Rua onde passam

Vidas tão iguais!

Tão as mesmas...

E de pessoas tão diferentes.


Rua crua e nua...

Rua de negócios falsos

Cheios de malícia.

Por onde passam meus amores...



Rua que a noite faz questão

De iluminar

O que o dia escureceu.



Rua que faz de mim gente grande.

Faz chorar, amar, rir e instruir...

Rua que me faz existir!


Thiago Aleixo 2007



.

2 comentários:

Lúcia disse...

Com palavras simples e ao mesmo tempo,muito expressivas,traduz todo o seu talento.

julia disse...

O texto é muito bonito mostra
muitas coisas interessantes.


"Se alguèm lhe disser que vocé nunca fez nada de importante não ligue pois o mais importante ja foi
feito você".


turma 604.