sábado, 18 de março de 2017

Vacinação Contra Febre Amarela no Município de Itaperuna





"A Secretaria Municipal de Saúde de Itaperuna, após participar de reunião junto a Secretaria Estadual de Saúde, informa que a partir de segunda-feira (20-03), será iniciada vacinação por febre amarela nas localidades de Itajara, Aré, Boa Ventura, Penha, Corrego da Chica, São Sebastião e Avaí, a partir das 13 horas.

Também ocorrerá vacinação nos seguintes postos de saúde: Horto, São Mateus, Surubi, São Francisco, Aeroporto, Boa Fortuna, Raposo, Retiro e Venâncio, a partir das 13 horas.
A partir de terça-feira (21-03) a vacinação ocorrerá a partir das 8 horas em todos os postos citados, sempre até as 16 horas.

A população não precisa se alarmar, pois serão disponibilizadas doses para todos.
Atenciosamente,"

Dr. Alexandre Martins – Secretário de Saúde de Itaperuna





quinta-feira, 9 de março de 2017

Clarisse Lispector no Teatro SESI Itaperuna dias 11 e 12 de Março



Beth Goulart retorna ao Teatro SESI Itaperuna neste final de semana 11 e 12 de Março, às 20 horas.

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto
SIMPLESMENTE EU, CLARICE LISPECTOR
Beth Goulart interpreta a escritora em espetáculo premiado.


  O Texto abaixo foi escrito em 2010 sobre sua apresentação aqui no SESI em Itaperuna:

Encantamento...

Ah! Quanta magia se espalha por um palco, diante da beleza de somente uma mulher, que nunca será apenas uma, pois todas com ela se identificam!

Beleza, Intuição, Sabedoria, Sensualidade e aquela Simplicidade ou Sofisticação que está personagem ou na personagem da personagem?

Quem sabe da própria Atriz, que num profundo trabalho, permite que sua intuição a leve de encontro com a essência da alma feminina, trazendo consigo o grande conflito da existência, que está em todo o ser humano.

Como numa baforada... a fumaça se forma, transforma e se dissipa no ar!

Mais uma vez Parabéns ao Circuito Cultural do SESI por trazer tanta beleza...um Espetáculo!

Marco Antonio Mattos Rezende.


PS: Sem contar que é uma verdadeira aula de Teatro!



Programação do mês de Março 2017





sexta-feira, 3 de março de 2017

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Venha cair na Folia no SESI ITAPERUNA -


Venha cair na folia no SESI Clube em Itaperuna.


Para abrir a programação de 2017 o SESI CULTURAL em Itaperuna apresenta no dia 15/02 às 18h na Quadra do SESI Clube, o bloco de carnaval "Cordão do Boitatá".

Dia 15/02 às 18h na Quadra do SESI Clube.
Entrada Franca para Associados
R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia)
                                                                      
Versatilidade e diversidade. Essas são palavras que definem o animado repertório da Orquestra de Rua Cordão do Boitatá, repleto de sambas, choros, maxixes, afoxés da Bahia, marchinhas e frevos.
O grupo apresenta clássicos de grandes artistas nacionais e internacionais, como o brasileiro Villa-Lobos, o jamaicano Bob Marley, o nigeriano Fela Kuti e o sul-africano Abdulah Ibrahim.
Fundado em 1996, o Cordão do Boitatá foi pioneiro e teve um papel essencial na retomada e na revitalização do Carnaval de rua da cidade do Rio de Janeiro.















 Gênero: Orquestra
Duração: 80 minutos
Acordeom: Kiko Horta  
Voz e cavaquinho: Cris Cotrim
Violão: Luiz Flávio Alcofra
Sax barítono alto: Thiago Queiroz
Bateria: Rodrigo Scofield
Percussão: Paulino Dias
Músicos convidados: Chico Oliveira (baixo), Daniela Spielmann (sax tenor), Nailson Simões (trompete), Everson Moraes (trombone), Maionese (flauta e flautim), Naif Simões (percussão) e Mangueirinha (percussão).
Fotos: Guito Moreto

                                                Quadra do SESI Itaperuna
Avenida Dep. José de Cerqueira Garcia, 883 – Pres. Costa e Silva – Itaperuna.



.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

João Cabral - Companhia De Teatro Íntimo- No SESI Itaperuna

      


         Apesar de estar sempre em contato com o meu inconsciente, nestes últimos dias praticamente tomou conta da minha consciência, pois a arte faz isso com a gente. No dia 29 de setembro com “Estamira”, no teatro SESI Itaperuna, no dia 20 de outubro, com “Nise” da Silveira, no Psicocine da Fundação São José e ainda em outubro, dia 22, volto ao SESI com “João Cabral”, que tão deliciosamente emergido pela  “Companhia de Teatro Íntimo” dentro da revolução do teatro quebrando a quarta parede, onde não existe a separação palco/plateia, como no indivíduo a separação de id, ego e superego, que os artistas relacionam com o público intimando sua participação para que se dê um espetáculo único refletido na complexidade da peça e do indivíduo.

        Não importa para aonde você vá levará  em sua bagagem as vivências que teve e não importa quando você voltar não será o mesmo, pois terá trazido o que viveu lá. Mesmo que você não pense, mas seus sentidos estarão sempre alerta no paladar, no toque, no perfume ou no som fazendo sua mente bailar num sapateado cigano trazendo paisagens do inconsciente, sente-se o perfume,  as nuances das formas, a sensualidade agressiva do vermelho que faz a boca secar, tudo isso marcado pela musicalidade do sapateado compassado pelo coração que num súbito silêncio, do que achava já ter a tonalidade da morte, um grande efusivo “OLÉ”, grita dentro de si como um regozijo à vida! Talvez você não tenha visto assim ou verá, mas é aí que está a beleza “ da dor e a delícia de ser o que se é”. Esse show de encantamento me foi proporcionado pela atuação de atores da Companhia de Teatro Íntimo:  Gaby Haviaras, Márcio Mairante, Rafael Sieg e Renato Farias, que também é o Diretor da peça.


        Depois de toda essa magia os atores, num debate, afagos e fotos com o público, fazem esclarecimentos sobre a peça e a gente pode ver o quanto de maravilhoso é o espetáculo com um mesmo texto entra em contato com o inconsciente de diversas pessoas e também como a poesia abre um horizonte dentro da gente mostrando-nos o quanto é infinito nosso pensamento e nossas emoções, principalmente se deixarmos nossas portas abertas para que esses artistas, magos do íntimo, possam entrar e fazer revolução em nossa imaginação. 

Veja mais sobre a Companhia De Teatro Íntimo clicando neste link:  https://www.facebook.com/teatrointimo/?fref=ts  




quinta-feira, 3 de novembro de 2016

ESTAMIRA - Beira do Mundo no SESI Itaperuna, em setembro de 2016

     







   A arte. Ah! A arte! O que seríamos  sem esses encontros com a gente mesmo, o que faríamos sem os encantamentos  “D’EstaMira”? Então... Ela é assim um bailado com aquilo que está fora da gente, mas que num “destempo”, você se percebe aquilo que está vendo, e outras vezes nota-se aquilo que nem imaginaria ou até mesmo aquilo que não queria ser.

       A peça “Estamira - Beira do Mundo” é um espetáculo bem acabado com dureza da realidade, a docilidade da poesia e a inocência da brincadeira. Contudo,  há duas vertentes em que se deve ater: na adaptação do documentário “Estamira” de Marcos Prado e o intertexto da vivência da própria atriz com sua mãe.


       No final, um debate esclarecedor sobre a peça; fiquei impressionado por um comentário, feito por mim, de ter visto bordados com vidrilhos, que só pude perceber depois, que eles não existiam realmente, pois eram efeitos de meu envolvimento com a peça e com a blusa da personagem debaixo da camiseta, visto somente depois nas fotos.


sexta-feira, 27 de maio de 2016

Auxílio Pedagógico com a Meire



    Auxílio Pedagógico com a Meire.


Na era da informação, as novas tecnologias cada vez mais ganham espaço em todas as áreas, principalmente na Educação. Entre os projetos recentes nesta área em Itaperuna, queremos registrar e parabenizar a criação da página virtual Auxílio Pedagógico com a Meire, projeto  da Educadora  Meire Anne Rezende de Oliveira, formada em Licenciatura Plena em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Mestra em Biologia Marinha pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Atuando  há mais de 10 anos na área de Educação, do Ensino Fundamental ao Pré-vestibular, e em concursos Pré-técnicos e Pré-militares. E mais recentemente, Professora, Coordenadora, Diretora do Sistema Elite de Ensino.

Desde o início deste ano, Meire Anne Rezende de Oliveira, atua no Sistema Educacional Único / Itaperuna e Alpha, Colégio e Pré-vestibular/ Campos, dedicando grande parte do seu tempo, ao que mais gosta de fazer: ensinar e aprender. Com a criação da página Auxílio Pedagógico com a Meire, pretende mais do que divulgar seu trabalho como professora nas escolas em que leciona, ou particular, mas também, compartilhar seu conhecimento sobre os principais concursos vestibulares e pré-militar, ideias sobre o ensino no Brasil, e dicas e orientações para os estudantes e pais com filhos em idade escolar.

 A Educadora ressalta que a página não é apenas para quem mora em Itaperuna e pretende contratá-la para acompanhar (fisicamente) o desempenho escolar dos filhos. Mas se você tem filhos com dificuldades de aprendizado, com desempenho fraco na escola, ou simplesmente pretende aprimorar o aprendizado deles, a página será útil, pois nela você encontrará técnicas para implementarem com seus filhos, ou, para os estudantes mais crescidinhos, para que eles mesmos tirem o máximo proveito de seu tempo de estudo.

Visitem a Auxílio Pedagógico com a Meire, para  interagir com a sua idealizadora, contratá-la, deixar sugestões, perguntas e dúvidas, pois  Meire Anne pretende mantê-la  sempre ativa e atualizada, com o máximo de interatividade possível. É simples, é só seguir o link:



sábado, 14 de maio de 2016

Programação de maio 2016 Teatro SESI Itaperuna




Neste sábado dia 14 e amanhã dia 15




NAMÍBIA, NÃO!
Em caráter hipotético, em 2016 o governo brasileiro decreta que todos os cidadãos de “melanina acentuada” sejam deportados para um país da África, como medida de reparação social. Com humor e inteligência, o espetáculo provoca uma discussão sobre as relações humanas no Brasil, a partir do confinamento de dois primos (André e Antônio) em um apartamento. Eles tentam se proteger da ambiciosa Medida Provisória. Valendo-se do teatro do absurdo e da ironia, o texto e a encenação de “Namíbia, não!” colocam o espectador em uma situação de conflito, na qual a decisão de ir ou ficar não é nada fácil.

Gênero: Comédia dramática

Duração: 70 min

Ficha técnica:
Direção – Lázaro Ramos
Texto: Aldri Anunciação
Elenco: Sergio Menezes e Aldri Anunciação
Assistência de Direção: Felipe Khoury
Light Designer: Jorginho de Carvalho
Adaptador de luz/ Operação de luz: Rodrigo de Almeida Alves
Cenário: Rodrigo Frota
Cenotécnico/contrarregra: Rayner Basílio
Figurino: Diana Moreira
Sonorização /operação de som: Luciano Siqueira
Vídeo visagista/operador de vídeo: Pablo de Lima Souza
Coordenação de produção: Aldri Anunciação
Direção de produção: Leonel Henckes
Produção executiva: Kennia Orsetti
Realização: Melanina Acentuada Produções - ME

Foto: Ricardo Simões

Valor
R$ 22,00

Local
Teatro SESI Itaperuna
Av. José Cerqueira García, 883 - Gov. Roberto Silveira - Itaperuna-RJ





O PEQUENO PRÍNCIPE


O espetáculo narra à história de um menino que vivia num planeta simples, do tamanho de uma casa, até que um dia resolve partir para investigar outros mundos. Ao chegar ao planeta Terra, ele encontra um piloto com seu avião quebrado e, a partir daí, em pleno deserto do Saara, nasce uma profunda amizade entre os dois. Um clássico com mensagens inesquecíveis que empolga crianças eadultos.

Gênero: Teatro infantil

Duração: 70 min

Ficha técnica:
Elenco: Renan Miranda, André Sampaio, Vanessa Antunes, Rodolfo Medeiros, Naiara Dias e Christiane Carvalho
Teclado, gaita, flauta e voz: Marco Aurêh
Violino, viola e voz: Naiara Dias
Contrabaixo e voz: Diego Peres
Texto: Antoine de Saint-Exupéry
Adaptação e Direção: Rodolfo Medeiros
Músicas, letras e direção Musical: Marco Aurêh
Supervisão de movimento: Mário Mendes
Figurinos: Kiko Arantes
Cenário: Lemos
Desenhos de luz: Fábio Branco
Imagens multimídia e projeção: Marcos Retondar
Coreografia: André Sampaio
Direção de movimento: Mario Mendes
Maquiagem: Gisele Molina
Assistente de direção musical: Naiara Dias
Produção: Foco Produções.

Foto: Alexandre Terra, Mark Seven e Catarina Maul

Valor
R$ 12,00

terça-feira, 8 de março de 2016

    

Para ver outras fotos clique acima na foto.
      

      A arte  que nunca morre volta a se evidenciar no Teatro SESI Itaperuna para mais uma temporada do SESI Cultural. A mesma foi aberta com a peça “ Não Vamos Pagar” com um humor simples e gostoso de se servir sentindo a satisfação de cada gargalhada à transposição na corrente sanguínea das endorfinas, mas sem deixar de lado o tom critico do eterno conflito humano em ser escravizado e ter seus direitos cerceados pela classe dominante, onde a ética é usada como antolhos colocando assim os homens de bem, com o seu bem mais precioso –a  honra,  nos seus devidos lugares como escravos. Contudo, uma hora a verdade virá à luz e o povo se revoltará.

      Saiba mais na comunidade do Facebook Não Vamos Pagar.