domingo, 27 de dezembro de 2009

Ballet do SESI – A Lenda da Vitória-Régia - Itaperuna



Ballet do SESI
A Lenda da Vitória-Régia


As cortinas se abrem... olhando de longe parece algo inanimado, mas chegando mais perto nota-se o movimento da floresta que em transformação de sua diversidade mostra a dose exata de brilho e mutação para a representação do encantamento da VIDA... que envolvida em pensamento e matéria se torna arte, fazendo assim, um novo ciclo de vida que se constrói dentro de cada um espectador, quer seja em uma casa, num teatro, numa cidade, num planeta, num universo... mas sempre um sonho, que um dia quem sabe pode se concretizar e trazer para a realidade. Isso é Cultura! Sonhada e desenhada no interior das pessoas e que se torna leis.

Muitos tentam mudar ou construir coisas, leis, métodos de ensino, mas não sabem que a origem está na cultura e a maioria dos governantes não dão importância à mesma e a cidade que possui um teatro como este do SESI, que neste último ano teve uma presença marcante na cultura de Itaperuna, pode se considerar premiada, pois a cultura se acende com tal patrimônio e se ilumina com sua programação. Devemos parabenizar também os divulgadores e aos patrocinadores, pois sem eles os eventos culturais não se concretizariam e permaneceríamos num apagão, termo muito usado ultimamente, cultural.

Um evento como o Ballet do SESI, com A Lenda da Vitória-Régia, é para Itaperuna uma superprodução, pois para uma cidade com aproximadamente 100 mil habitantes com apenas um teatro e com a maioria dos governantes não dando atenção à cultura, que não é o caso do atual prefeito, seria muito difícil fazer uma produção que envolvesse mais de 100 participantes bailarinos, sem contar os que estão nos bastidores.

Como dizem que se desperdiça muita coisa por aqui, no Brasil, em termos de alimentação, também acontece com a cultura, um espetáculo como esse com apenas duas apresentações é o cúmulo do desperdício, poder-se-ia aproveitar muito mais e dar à cidade um pouco mais de luz.

Aproveitamos aqui para parabenizar Olga Acosta, produtora de eventos do SESI, pelo belo trabalho que realizou no teatro este ano, como também ao Antenor de Oliveira, Coordenador do Programa de Cultura do SESI/FIRJAN, pela bela temporada do Circuito Cultural, que nos encheu de expectativas para o ano de 2010.

Salientamos também que a cultura não está apenas no SESI e que a cidade possui diversos órgãos culturais, mas a dificuldade atrapalha que muitos projetos sejam colocados em prática e mesmo assim lutam por sua sobrevivência. Congratulamos a todos pelo trabalho e em especial à Culturita que devagar vai ocupando o espaço a que tem direito.


.

2 comentários:

rebeca disse...

adorei as fotos! :)
gostaria de saber se vc tirou das danças ..

Marco Antonio Mattos Rezende disse...

Oi Rebeca,

Estou preparando-as...
Postarei a do 1º ato agora, mas demora um pouco.rsrsrs

Abraços...