sábado, 14 de maio de 2011

Jeito Itaperunense de Ser - Claudete Cerqueira






Jeito Itaperunense de Ser
Por Claudete Machado Cerqueira.



Em qualquer época, em qualquer lugar um Itaperunense é sempre um Itaperunense,não importa quanto tempo faz que tenha saído de lá!Sim, há algo especial que mantém os itaperunenses sempre assim:alegres, acolhedores, loucos por festas e amantes da boa-música.


Assim nasceu o GAITA (Grupo dos Amigos de Itaperuna):Do forte desejo de rever os amigos,de nutrir cada vez mais esses laços de amizade,de manter sempre presente aquela inocência infanto-juvenilque transforma O AMIGO na pessoa mais importante do mundo!


Assim prosseguimos valorizando a convivência saudável e cultivando as boas-lembranças, não que estejamos presos ao passado, ao contrário, é ele que nos torna livres, donos de nós mesmos, permitindo que possamos potencializar todo bem que nossa história nos presenteou.


Sempre tem alguém que deseja recordar os bailes do ITC (Itaperuna Tênis Clube) ao som dos The Shines, as domingueiras, os filmes do majestoso Cine Santa Luzia, os banhos de piscina após a missa das nove, O Festival do Cascudo no Itapuã Clube, o futebol do Porto-Alegre e o do Comério-Indústria, os carnavais dos blocos Pio da Coruja, Pouca-Birita, Irmãos Metralha e Roda-de-saco. Tudo isso e muito mais...


Nossos encontros são deliciosos, sempre regados a boa comida, música alegre e dançante, infindáveis gargalhadas e muitos, muitos abraços calorosos, aqueles que só os amigos sabem dar!
Obs: O Grupo dos Amigos de Itaperuna reúne os Itaperunenses que residem em Niterói e Grande Rio, mas carregam dentro de si a fidelidade e o amor à sua terra natal.


3 comentários:

CCF disse...

Prezada Claudete Cerqueira

Haveria possibilidade de um Itaperunense, um pouco mais distante de Niterói e Rio de janeiro, fazer parte da GAITA?

Atenciosamente,
Celso Corrêa de Freitas
www.portalpoeticoccf.blogspot.com
www.casadopoetapb.com.br

Aunerix disse...

Vamos tocar o GAITA

Aunerix por e-mail

Paulo de Sousa Bittencourt disse...

Cara Claudete,
Hoje me vieram lembranças da querida terra natal, lembrei-me no saudoso festival cascudo e fui fuçando no google e chequei ao seu blog. Sou de sua geração e lembro com saudades das domingueiras e bailes no ITC, da piscina, das sessões das 18:00 no Santa Luzia - onde o cabloco além de receber o ingresso, cobrava as mensalidades do ITC, que quando terminavam partíamos para mais uma domingueira dançante no ITC.
Lembro-me de sua coroação no baile da rainha da primavera.
Saudades daqueles tempos!!!
Atualmente estou em Brasília.

Abraços fortes e saudosos.

Paulo Bittencourt
psbittencourt@gmail.com